Férias: sem derrapagens financeiras

29-06-2017

Pensar e preparar tudo com antecedência é uma das principais dicas para poupar nas férias, sem ter de comprometer o orçamento familiar durante o resto do ano.

Com base em investigações realizadas pela DECO, pelo Banco de Portugal e pela OCDE, foi possível verificar que a maioria da população portuguesa não tem o hábito de calcular o próprio orçamento familiar. Esta será a primeira falha a colmatar, quando se pretende realizar uma gestão mais eficaz dos rendimentos disponíveis e preparar um período como os de férias.

*

A pensar no orçamento das  famílias que estão a organizar  as férias, aqui ficam conselhos de poupança e dicas para conseguir diminuir os encargos durante os dias de lazer:

  •  Comece por elaborar o seu orçamento familiar, de forma a compreender como pode definir as suas férias sem um fardo financeiro demasiado elevado e definitivamente sem recorrer a crédito ou mesmo ao subsídio de férias.
  • Poderá optar por férias em família ou entre amigos. Assim, poderá dividir os custos das viagens e do alojamento.
  • Pode optar por alojamentos em apartamentos, em detrimento dos dispendiosos hotéis mas,  reserve com antecedência.
  • Se ficar alojado num apartamento, efetue as suas refeições em casa – para tal, poderá efetuar um planeamento das refeições para uma única ida ao supermercado eficaz em termos de tempo e dinheiro;
  • Equacione destinos menos turísticos e, consequentemente, mais económicos;
  • Pode  fazer  reservas pela internet e aproveitar  os descontos e as promoções de última hora.

Não derrapar com os gastos das férias está nas mãos dos consumidores. Planear e organizar as férias  com antecedência e sem pressas é o primeiro passo para gastar apenas aquilo que está dentro do seu orçamento familiar.

Se necessitar de ajuda   para efetuar o seu orçamento de férias ou tiver alguma dúvida que pretenda esclarecer pode remeter o seu pedido  para o seguinte email: gas@deco.pt.

·

Mais informação: