Página principal Literacia Financeira Produtos e serviços financeiros Crédito à habitação Incumprimento do crédito à habitação: como atuar

Incumprimento do crédito à habitação: como atuar

18-04-2016

Os mais recentes dados divulgados pelo Banco de Portugal, demonstram uma nova subida do crédito malparado em Fevereiro deste ano.

O crédito à habitação continua a ser a principal origem dos montantes de crédito vencido dos particulares, sendo que 2,61% do total concedido está em situação de incumprimento. Esta é a percentagem mais elevada desde que o Banco de Portugal começou a publicar estes dados no final de 1997.

Como atuar nestas situações?

Recomendamos que, logo que uma família verifique a existência de dificuldades no pagamento das prestações do seu crédito à habitação, deverá:

1)      Realizar uma auto-avaliação financeira no sentido de compreender qual a sua realidade orçamental e, principalmente, como reajustar os seus encargos de modo a assegurar o pagamento de todas as responsabilidades mensais.

2)      Seguidamente, os consumidores deverão contactar o banco credor, com o propósito de apresentar a sua necessidade de renegociação e uma proposta de valor mensal que conseguirão assegurar, para que sejam desenvolvidos esforços conjuntamente com o banco para a reestruturação.

3)      De acordo com os dados do GAS, a solução de renegociação mais utilizada pelos bancos é a concessão de períodos de carência de capital; durante estes períodos, que podem ter usualmente uma duração entre 6 meses a 2 anos, os consumidores pagam apenas juros e não amortizam capital, o que permite reduzir significativamente o valor da prestação mensal. Esta solução permite aos consumidores assegurarem o pagamento do crédito, mas com a desvantagem de ser uma solução temporária que encarece o crédito. Não é de todo uma solução ideal, mas é a que tem sido mais utilizada.

4)      Em simultâneo, os consumidores podem igualmente recorrer a entidades de apoio, como o Gabinete de  Apoio ao Sobre-endividado da DECO, onde poderão receber aconselhamento financeiro e jurídico com o objetivo de agilizar o processo de restruturação de crédito e de reabilitação financeira.

Se for confrontado com dificuldades financeiras, o pior que pode fazer é deixar arrastar a situação …