Transferências bancárias

06-02-2017

transferencias bancarias

São operações bancárias efetuadas por iniciativa de um ordenante através de um banco e destinadas a colocar quantias em dinheiro à disposição de um beneficiário.

Trata-se de um instrumento de movimentação de fundos entre contas de pagamento.

Tipos de transferências:

  • Intrabancárias, ou seja, realizam-se dentro da mesma instituição de crédito;
  • Interbancárias,  isto é, realizam-se entre instituições de crédito (nacionais, quando as instituições localizam-se no mesmo país; internacionais, quando envolvem instituições localizadas em países diferentes).

Os utilizadores de serviços de pagamento devem utilizar o IBAN – “International Bank Account Number” – como identificador das contas de pagamento e, no caso de ordenantes que não sejam consumidores ou micro-empresas, o formato de mensagem ISO 20022 XML na comunicação de envio de transferências agrupadas (em lote).

O preço cobrado por transferências inter-bancárias nacionais é gratuito através da rede Multibanco. Há bancos que não cobram custos através da Internet/Telefone, mas a maioria cobra uma comissão. As transferências realizadas ao balcão podem ultrapassar os  10 €, independentemente do montante transferido.

Débitos diretos

O cliente autoriza o credor (EDP, PT, etc.) a cobrar diretamente na sua conta, sem custos. Com este sistema poderá definir montantes máximos, limites temporais para os débitos e alterar a conta à qual está associado, podendo fazer estas tarefas nos terminais de Multibanco e nos sítios da Internet de alguns bancos. Além da autorização de débito direto, estes meios permitem fazer o seu cancelamento antes do débito ser realizado. Em qualquer altura poderá anular esta forma de pagamento.

Para mais informação:

Portal do Cliente Bancário – Banco de Portugal

Leituras Relacionadas