Taxas de juro

03-09-2013

taxas de juroA opção entre as várias possibilidades de crédito e escolher o banco que lhe proporciona as condições mais favoráveis pode transformar-se num autêntico quebra-cabeças. Dado o impacto financeiro de uma operação de crédito, é fundamental estar bem informado sobre as principais características e comparar as propostas das diversas instituições bancárias.

Pode definir-se o crédito como um empréstimo, sob o compromisso de, no futuro, se pagar a divida mais uma determinada taxa. Os bancos ao venderem dinheiro através das mais diversas formas de crédito, além da restituição do capital emprestado, cobram um preço. Esse preço é designado por taxa de juros. Quanto maior for a taxa de juro, mais caro é o empréstimo, e vice-versa.

Como se aplica a taxa de juro num empréstimo?

Para este calculo tem de incluir-se não só a taxa de juros, mas também, um determinado montante emprestado e o respetivo prazo, findo o qual esse empréstimo estará liquidado.

De seguida apresentamos dois casos possíveis:

taxas de juro

No final do empréstimo de um prazo de 1 ano, o cliente paga o dinheiro emprestado pela instituição financeira (neste caso, € 1 000) e a respetiva fatura de juros e que na situação 1, representa € 20 e na situação 2, representa € 30.

Tipos de taxas de juro

As taxas de juro variam em função do prazo a que se referem onde, normalmente, quanto maior é o prazo a que a taxa de juro se refere, maior é o seu valor. No crédito à habitação ou ao consumo, o consumidor tem, geralmente, a hipótese de escolher se pretende pagar uma taxa que varie periodicamente ou uma taxa fixa. Para prazos longos as instituições propõem normalmente taxas variáveis.

TAEG (Taxa Anual de Encargos Efetiva Global)

A TAEG aplica-se aos contratos de crédito aos consumidores (crédito pessoal, crédito automóvel, os cartões de credito, as linha de credito e os descobertos bancários) e é um indicador que inclui todos os custos associados ao empréstimo.

taeg

TAE (Taxa Anual Efetiva)

A TAE aplica-se aos encargos associados ao crédito habitação, desde que constituam receitas da instituição financeira (Juros e comissões diretamente relacionadas). Tenha atenção porque esta taxa não inclui despesas com taxas ou emolumentos notariais ou de registo e impostos.

tae

TAER (Taxa Anual Efetiva Revista)

Indicador que se aplica ao crédito habitação e inclui, adicionalmente à TAE, os eventuais encargos relacionados com outros produtos ou serviços financeiros adquiridos para se obter uma melhoria nas condições financeiras do empréstimo.

taer

Para mais informação:

Simulador de taxas de juro do Portal do Cliente Bancário do Banco de Portugal.