Etapas para uma compra responsável

20-01-2020

 Ofertas tentadoras e ‘amigas’ da carteira. Quem nunca se deparou com uma situação deste género?

Todos os dias somos confrontados com anúncios que referem promoções de ‘encher o olho’ em que o lucro fácil e o consumismo descartável são palavras de ordem. Com isto, não queremos dizer que tudo é mau e de evitar. É claro que existem bons achados, em que o preço pode compensar, mas antes de mais convém fazer uma análise prévia ao mercado, aos valores praticados e se realmente estamos ou não a fazer uma boa aquisição.

Assim, quais os passos que podem ser seguidos e tomados, de forma a efetuarmos uma compra responsável?

Faça um orçamento, indicando quanto dinheiro tem para gastar, onde irá gastá-lo e como rentabilizá-lo, evitando despesas excessivas e que apenas conduzem a perda de fundos de forma inapropriada.

Faça uma lista de compras. Defina e estabeleça prioridades no que pretende adquirir. Ao fazê-lo, estará a manter-se longe dos enleios que visam o desperdício de dinheiro, comprando apenas o que realmente necessita.

Saiba exatamente o que quer comprar. Ao ter consciência do que pretende, está a focar-se no que realmente importa e a evitar distrações que podem levar a gastar mais dinheiro do que dispõe.

Debata ideias com a sua família. Ao introduzir os seus entes queridos no processo de compra de um bem, está também a ter auxílio de alguém nesse processo, bem como poderá tornar as suas ideias mais ‘claras’ e enriquecedoras.

Introduza os mais pequenos no ‘mundo das compras’. Demonstre-lhes o valor do dinheiro e quanto custa a ganhá-lo, bem como aplicá-lo da melhor forma. Leve-os ás compras consigo e explique-lhes o que os rodeia. Os miúdos serão os consumidores do amanhã!

Faça uma análise prévia de mercado. Compare preços, verifique diversas lojas e escolha o sítio certo onde comprar, o que pode levar a uma maior poupança e previdência financeira. Pode utilizar o simulador da DECO Proteste como ferramenta de comparação de preços de eletrodomésticos. (https://www.deco.proteste.pt/comparar-precos#)

Compre apenas aquilo de que efetivamente precisa. Ao fazê-lo, estará a ajudar a sua carteira bem como o ambiente, reduzindo a sua pegada ambiental e o consumismo exagerado e desproporcional, dando uma boa utilização ao produto que adquiriu e rentabilizando o seu dinheiro.

Na hora da compra, evite recorrer a créditos (cartões de crédito, créditos pessoais). Apesar de existirem alguns acordos entre instituições financeiras e as próprias marcas de revenda de produtos, que dão benefícios, tais como pontos e descontos, por norma estes cartões têm sempre uma taxa de juro elevada o que leva a que o valor da compra suba substancialmente. Tente fazer uma poupança antes de adquirir o que deseja, pagando a pronto e livrando-se de custos adicionais.

Após a compra, lembre-se de ser precavido e responsável! Guarde os papéis da compra (garantia), retendo que a mesma poderá durar dois anos (em caso de bens móveis) sendo que se surgir algum problema com o produto durante este prazo, poderá invocar uma de quatro opções: reparação, troca, um desconto sobre o preço final ou devolução com reembolso.

Com estes pequenos conselhos, pretendemos ajudá-lo a tornar-se mais consciente aquando da realização de uma comprae e consequentemente tornando-se mais eficiente e proficiente a impulsionar e rentabilizar o seu rendimento!

Poupar depende de si! Para mais informações ou esclarecimentos, contacte-nos, pessoalmente na sede ou nas nossas delegações, através do Portal do GAS ou para o seguinte email: gas@deco.pt   ou  gas.norte@deco.pt  

 

Partilhe