Página principal Literacia Financeira Consumidor economicamente desprotegido 5 perguntas, 5 alertas: Passo a passo rumo à Prevenção!

5 perguntas, 5 alertas: Passo a passo rumo à Prevenção!

21-07-2019

Idosos e Fraude Financeira: Como prevenir?

Nos dias que correm, com uma população cada vez mais envelhecida, várias são as notícias que referem casos de idosas vítimas de fraudes, burlas e outros esquemas maliciosos que visam a obtenção do lucro fácil sem olhar nem à idade ou às condições económico-sociais destes consumidores.

Lamentavelmente estas situações são cada vez mais frequentes, pelo que a DECO considera importante que o consumidor idoso se dote de toda a informação disponível, de forma a proteger-se e prevenir-se face a estas eventuais fraudes, das quais destacamos as armadilhas como a usurpação dos dados pessoais e o uso e “abuso” da assinatura.

Nas compras online evite aceder a sites pouco fidedignos, em que lhe peçam diretamente informações pessoais. Estes domínios poderão levá-lo a entrar em ‘esquemas em pirâmide’ que visam apenas o lucro fácil e a retirada indevida de dinheiro da sua conta bancária.

Cuidados com a assinatura. Como evitar e prevenir a espiral destrutiva que pretende apenas sujeitá-lo a pressões psicológicas e situações de embaraço com o intuito de assinar um papel?

Não abra a porta a estranhos (principalmente se estiver sozinho em casa), não forneça os seus dados pessoais, não assine nenhum documento sem ler e verifique sempre as propostas contratuais que lhe apresentam. Não se esqueça ‘quando a esmola é muita, o pobre desconfia’!

Tenha em atenção que quem propaga e se dedica à fraude financeira ou burla, utiliza quase sempre a mesma metodologia. Uma apresentação cuidada, um discurso galante e cuidado, uma ‘atenção’ demasiado extremosa para com o idoso, são estratégias para o levar a cair no ardil, e a fornecer as informações pessoais.

A DECO recomenda que ‘tenha sempre a pulga atrás da orelha’. Inspecione as informações que lhe são dadas e verifique se são fidedignas. Esteja atento ao que o rodeia, informando-se devidamente sobre os seus direitos e deveres enquanto cidadão e sobre quais os meios existentes para o proteger e defender em circunstâncias de risco.

O GPF DECO está sempre disponível para o esclarecer e ajudar. Outras instituições, tais como as forças policiais, juntas de freguesia, instituições de solidariedade social, são também entidades a quem pode recorrer se se sentir desprotegido e necessitar de ser esclarecido.

Convidamo-lo a seguir a nossa ‘Semana dos Avós’, não perdendo pitada dos artigos que iremos publicar no nosso portal entre 22 e 26 de Julho. Reunimos informação importante e pertinente para o seu dia-a-dia! Até amanhã!

Partilhe