Como reduzir a fatura da eletricidade

04-07-2018

Para reduzir gastos com a eletricidade  no orçamento familiar, pode começar-se  por mudar alguns hábitos do dia a dia. Esta alteração de comportamentos permitirá diminuir os gastos e ajuda o ambiente, sem prescindir do conforto.

É fundamental garantir que  que não há consumos desnecessários ou comportamentos diários poucos sustentáveis.

1- Desligar os equipamentos
Manter os equipamentos em standby  é sinónimo de um gasto desnecessário de eletricidade em casa. Deve estar-se atento principalmente aos equipamentos de informática e de entretenimento e certificar-se que se encontram efectivamente desligados da tomada ou, em alternativa pode utilizar-se tomadas com botão corte-corrente integrado.

2. Trocar  as lâmpadas
À medida que as  lâmpadas tradicionais (incandescentes) se vão fundindo, devem ser substituídas  por opções de baixo consumo.

3. Comparar  preços para poupar energia
O mercado liberalizado do gás e da eletricidade possibilita a existência de vários fornecedores deste tipo de serviços. Tendo isso em conta, comparar os preços praticados pelos vários concorrentes é uma regra de ouro. Simulador de consumo de eletricidade 

4. Escolher equipamentos  eficientes
Na altura de comprar um novo equipamento, o consumidor deve terem atenção a etiqueta de eficiência energética. Esta etiqueta é uma informação obrigatória na venda de alguns equipamentos, como fornos eléctricos, frigoríficos, máquinas de lavar e secar roupa ou máquinas de lavar a loiça. É  fundamental saber a que classe pertence cada equipamento representado por letras  do  A+ a G, respectivamente, do melhor ao pior desempenho energético.

5. Adotar pequenos gestos
Há gestos automáticos que podem encarecer a factura no final do mês. Alterar pequenos hábitos do dia a dia pode permitir economizar energia:

Evitar  abrir a porta do frigorífico com frequência.

Planear as refeições do dia seguinte e passe os alimentos do congelador para o frigorífico. Desta forma, estes alimentos estarão a dar frio ao frigorífico, reduzindo o consumo diário do equipamento.

Retirar todos os alimentos do frigorífico de uma vez, para cada refeição.Só utilizar a máquina de lavar loiça quando esta estiver com carga completa. O mesmo se aplica à máquina de lavar roupa.

Aproveitar  a capacidade do forno e cozinhar vários alimentos ao mesmo tempo.

Evitar  abrir a porta do forno durante a confeção da refeição.

Desligar o forno cinco a 10 minutos antes do tempo previsto de confeção. O calor acumulado vai acabar de cozinhar os alimentos, sem necessidade de mais gastos de energia.

 

Mais informação no site FATURA AMIGA onde pode conhecer melhor a sua fatura de eletricidade: que quantidades de energia e como poderá corrigir os seus consumos? Posso ser mais eficiente e pagar menos? Qual a melhor tarifa para o meu perfil de consumo e qual é o impacte ambiental do seu consumo? São algumas das respostas que poderá encontrar na FATURA AMIGA.

 

 

 

Partilhe