Página principal Literacia Financeira ESTATÍSTICA Sobre-endividamento: Dados estatísticos 1º Semestre de 2018

Sobre-endividamento: Dados estatísticos 1º Semestre de 2018

13-07-2018

Apesar da diminuição do desemprego  muitas famílias continuam com dificuldades financeiras. Os dados estatísticos do 1º semestre mostra as dificuldades de muitos portugueses que continuam sem conseguir pagar as suas dívidas.

taxa de esforço das famílias subiu para 73%: cada uma paga, em média, pelas prestações 798 euros por mês.  Em 2017 a taxa de esforço foi de 70,8%, mas em 2012 representava 89% (ainda durante o programa de ajustamento da troika).

O rendimento liquido mensal das famílias  é em 2018  de 1.100 euros.

O crédito à habitação continua a ter um peso significativo o orçamento familiar e  constata-se que existe crédito contratado recentemente que já apresenta dificuldades mas é sobretudo o credito contratado antes de 2010 que tem sido objecto de maior reestruturação.

As cinco principais causas do sobreendividamento são:

desemprego (20%);

deterioração das condições de trabalho (19%);

doença ou incapacidade (15%);

execução/penhoras(12%);

e alteração do agregado familiar (10%).

 

Todos os consumidores  podem ter  ajuda ou orientação na gestão do seu orçamento familiar. Os contactos podem ser efetuados  nos nossos serviços ou através dos seguintes e-mails:

gas@deco.pt   ou  gas.norte@deco.pt

 

Download: Dados estatísticos do 1º Semestre de 2018 

 

Partilhe