Página principal Notícias O “ABC da Poupança” em Vila do Conde

O “ABC da Poupança” em Vila do Conde

15-11-2018

Quem começar cedo a plantar, cedo colherá mais frutos.

Poupar dinheiro desde tenra idade constitui desde logo uma garantia para um futuro mais promissor. Mesmo que ao longo da vida surjam “pedras no caminho”, como por exemplo despesas imprevistas, as reservas financeiras poderão constituir uma “almofada” para prevenir eventual rutura financeira e permitir encarar a vida com mais confiança.

O aconselhável seria que todos tivessem um projeto de vida e tentar integrar o conceito de “economizar” e “poupar” nos nossos comportamentos como agentes de mudança e bons gestores das finanças pessoais e do nosso património. Até porque podem surgir oportunidades que podemos perder se não tivermos capacidade para as “agarrar”. Referimo-nos nomeadamente àquele smartphone em promoção, à viatura de um amigo a um preço “fabuloso”, ou ao negócio que poderemos quere abrir por conta própria, entre outras.

Desenvolver desde a infância o hábito de poupar, criar reservas e investir para poder ser recompensado no futuro parecer ser a atitude mais inteligente. Mas tal implica não só atitude, mas também foco e compromisso com os objetivos traçados.

  • Poupar para quê?
  • Onde aplicar o dinheiro das minhas poupanças e qual o rendimento que poderei obter?
  • O dinheiro investido pode ser recuperado?
  • Posso perder todo o dinheiro investido?

A resposta a esta e outras perguntas sobre a poupança, investimento e melhor forma de gerir o orçamento familiar foram temáticas abordadas no workshop sobre literacia financeira dirigido a alunos do secundário e integrada na Semana da Poupança, levado a cabo em Vila do Conde, no passado dia 8 de novembro, na Escola Secundária José Régio de Vila do Conde, sob a temática “ABC da Poupança” e que esteve a cargo do GPF- Gabinete de Proteção Financeira da DECO.

O exemplo dos pais e educadores neste contexto surge como fundamental e decisivo para que se criem bons hábitos desde cedo.

Por este facto e empenhada em ajudar os munícipes, esta iniciativa teve o apoio da Câmara Municipal de Vila do Conde, numa parceria existente há já longos anos com a DECO e em que o GPF presta apoio de proximidade aos consumidores.

 

 

O GPF da DECO presta aconselhamento e orientação económica, de forma acessível e direcionada a todos os consumidores,em especial os consumidores economicamente vulneráveis,  dinamiza Workshops e sessões de sensibilização sobre as temáticas da Economia Pessoal. Para mais informação poderá  contactar-nos  o seguinte email: gas@deco.pt ou  gas.norte@deco.pt  

Partilhe